O que realmente está em jogo com o FaceApp e suas brincadeiras divertidas?

Quem nunca se rendeu a brincadeiras com essas? São engraçadinhas. Depois de um tempo, já entendemos que o objetivo não é fazer só a gente rir. Está em jogo algo muito mais valioso: nossas informações. Aliás, não só o FaceApp coleta nossos dados, mas o próprio Facebook e Instagram também fazem isso.

Para entrarmos na brincadeira, seja para experimentar uma transformação instantânea ou simplesmente fazer parte das redes sociais, permitidos o acesso às nossas informações.  Mas vão usar essas informações para quê? Abrir uma conta no banco em seu nome? Provavelmente, não.

Geralmente, nossos dados dão o perfil do nosso consumo e atividades nas redes sociais. Aliás, não só nas redes sociais. Vários sites também coletam os nossos dados. Ao identificar nossas ações, direcionam ações de marketing (vendas) e também de informações.

Por isso, toda vez que entramos nas redes sociais e em sites somos bombardeados por algo que pesquisamos ou, às vezes, só comentamos sobre o assunto.  É invasivo? Sem dúvidas.

Quem nunca se rendeu a brincadeiras com essas? São engraçadinhas. Depois de um tempo, já entendemos que o objetivo não é fazer só a gente rir. Está em jogo algo muito mais valioso: nossas informações. Aliás, não só o FaceApp coleta nossos dados, mas o próprio Facebook e Instagram também fazem isso.

Para entrarmos na brincadeira, seja para experimentar uma transformação instantânea ou simplesmente fazer parte das redes sociais, permitidos o acesso às nossas informações.  Mas vão usar essas informações para quê? Abrir uma conta no banco em seu nome? Provavelmente, não.

Geralmente, nossos dados dão o perfil do nosso consumo e atividades nas redes sociais. Aliás, não só nas redes sociais. Vários sites também coletam os nossos dados. Ao identificar nossas ações, direcionam ações de marketing (vendas) e também de informações.

Por isso, toda vez que entramos nas redes sociais e em sites somos bombardeados por algo que pesquisamos ou, às vezes, só comentamos sobre o assunto.  É invasivo? Sem dúvidas.

Por outro lado, quantas vezes você já anunciou nessas plataformas e foi beneficiado com esses dados? Complicado isso, neh? Pare e pense um pouquinho: qual o limite disso tudo?

author-sign

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *